Portillo Design

webdesign

Por que devo fazer um template personalizado para minha empresa?

. Por

Hoje uma boa amiga me fez uma pergunta curiosa: “Por que eu não devo pegar um template free para minha empresa?”. Redigi então uma pequena resposta para ela. Como webdesigner, isso me fez pensar, como argumentar corretamente isso para meu cliente? Como explicar por que ele deve contratar um designer para criar um site personalizado e não simplesmente comprar um template ou fazer um “blogspot” na internet? O que isso tem de tão importante?

Foco na mão e no mouse marrom, fundo branco e desfocado.

O que é um website?

Para começar, devemos compreender corretamente o que é um website e que variações existem de sites. WebSite, é um local na internet, acessível por um navegador, onde existem informações compartilhadas com visitantes. Essas informações podem ser públicas ou não, o importante é que ela esteja disponível para alguém, de alguma forma. Os tipos de websites variam de acordo com sua função. As variações mais comuns, para o público em geral, são as seguintes:

Websites Institucionais

Ambientes virtuais onde são armazenados informações sobre uma empresa, formas de contato, produtos e serviços e outras informações sobre a corporação. É o tipo mais comum de site e sua principal função é aumentar e facilitar a comunicação entre cliente-serviço e vice-versa.

Blogs

Coleção de artigos organizados por data, de forma decrescente, que fala sobre um determinado assunto ou um conjunto de assuntos relacionados. Blogs são parciais. Independente se são corporativos ou pessoais, eles mostram uma opinião, seja ela baseada em valores de uma pessoa física ou jurídica. Os blogs possuem variações, mas que usam a mesma lógica como fotologs, audiologs e videologs. O que diferencia esses três de um blog comum é somente a mídia pela qual é transmitida a ideia.

Sites de Notícias

Semelhante aos blogs, são organizados também de forma data decrescente, porém estes possuem artigos imparciais. Os sites de notícia se assemelham a organização de um jornal, com categorias que organizam os tipos diferentes de assunto. A interatividade com o usuário é opcional, o foco de um site de notícias é transmitir informações diariamente.

E-commerce

Loja online, possui um sistema específico para transações comerciais. Deve possuir uma forma do usuário adquirir o produto ou serviço diretamente pelo site, sem a necessidade de um contato com outro ser-humano. Para isso, é necessário um sistema de gerenciamento de conteúdo próprio e uma logística ideal para o que a loja está ofertando.

Portal

Um portal não é na verdade um website, mas um conjunto de websites. É uma página que reúne diversas outras sobre diversos assuntos, sendo estes de notícias, blogs ou institucionais. Exemplos de portal incluem o globo.com, uol, terra, etc. Eles possuem outros sites que compõe o portal.

Hotsite

Ambiente interativo para divulgar um produto, serviço ou ideia, por tempo pre-determinado. Como o foco principal é a propaganda, precisa possuir apelo visual e criativo para incentivar o uso e o compartilhamento da página. Hoje, os hotsites estão intimamente ligados as mídias sociais. A base de um hotsite pode ser institucional ou blog.

Por que templates free são ruins para minha empresa?

Os templates gratuitos, ou até mesmo os vendidos sem exclusividade, são feitos de forma extremamente genérica. Ou seja, haverão muitos detalhes no código que serão inúteis ou até mesmo prejudiciais, causando problemas para a leitura de um determinado navegador ou o deixando mais lento.

Talvez o problema mais grave seja a falta de especificação de público. Quando um site é projetado por um profissional, ele foca todos os esforços para atender a área, clientes, usuários, valores, marketing e estilo da empresa. Um site precisa ser uma extensão da empresa em si e não somente um local onde se pega informações. A colorimetria, tipografia, funções, tudo deve estar relacionado para atender corretamente aquele determinado público alvo e suas dificuldades. Design não é estética. Um site para idosos é diferente de um site para jovens. Um site para profissionais de saúde é diferente de um site para artistas. Não é somente o conteúdo que muda, mas a forma de apresentar o conteúdo, que é tão importante quanto.

Outro motivo de se contratar um designer, é a escolha correta do Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (CMS), caso necessário, que permitirá que o proprietário do site possa modificar determinadas áreas e e, inclusive, o quanto de liberdade o designer dará a este. A quantidade de modificações possíveis deve ser pesado e esclarecido para não resultar em um projeto que, aos poucos, se torne inoperável e esteticamente desagradável.

Com relação a acessibilidade, é raríssimo um designer de templates grátis se preocuparem com leitores de tela para deficientes visuais. Isso resulta em imagens que não podem ser lidas, conteúdo confuso ou informações sendo passadas de formas erradas.

Templates Free costumam ser esteticamente bonitos, mas são tão genéricos que não possuem uma identidade relacionada com sua empresa. É comum ver o mesmo template repetido em mais de um site e isso nunca é visto com bons olhos pelo usuário.

Templates grátis trabalham bem o SEO?

Geralmente não. Existem alguns que até se preocupam com o SEO, mas novamente, é algo muito genérico. O código, geralmente, não vem com semântica correta de cabeçalhos e tags, pois a ideia principal desse tipo de código é somente garantir a estética, mas o Google (e outros) é cego e pode não compreender o código corretamente.

Com alguns pode acontecer o contrário. O designer que criou o template free pode investir, para ter boa aceitação de seu projeto, em técnicas blackhat, ou seja, técnicas nocivas, apelativas, que a priore funcionam, mas que a qualquer momento pode receber uma punição dos motores de busca, incluindo expulsão. Exemplos são áreas ocultas do site, códigos definidos para enganar o Google, etc.

Ainda, códigos mal escritos deixam o site mais lento ou indexam conteúdo errado, nesses casos a página perderá ranqueamento nos termos desejados e podem aparecer em resultados indesejados.

E quanto aos Construtores de Sites?

Esse já é um assunto mais delicado. Muitos defendem o uso dos construtores de site, em geral para pequenas empresas, devido ao baixo investimento. Sinceramente considero seu uso uma ideia pior do que a dos templates grátis. Primeiro porque agrega todos os problemas que foram citados anteriormente com um agravante: Não é um designer que vai montar um site.

Esse “auto-medicamento” é perigoso para o resultado final do site. Quando algo não é construído por um profissional gabaritado, pode resultar em um site que não funcione, esteticamente mal aceito pelo usuário e pode ser mais complexo para manter atualizado.

Mas o principal problema ainda é a propriedade do site. A grande maioria dos construtores de site estão atrelados a seus serviços de hospedagem, ou seja, a partir da hora que você queira usar uma outra hospedagem, não é possível levar o layout ou conteúdo. Alguns até liberam o banco de dados, mas como muitos usam CMS próprio, migrar para um aberto se torna dispendioso e as vezes é mais fácil criar tudo do zero.

Anuncio de construtor de sites. Ele oferece por 29,90 por mês no método faça você mesmo. O resultado final sempre é notável que tem algo errado.

Não faça seu próprio site, nem pegue um template free. Contrate um WebDesigner

Só assim o seu site respeitará os valores e estilo da empresa e será focado no seu público alvo. Isso não quer dizer que os templates free devem ser completamente ignorados, eles são úteis em casos de sites pessoais, blogs, contanto que não tenham um fim empresarial.

Se você é empresário não veja o site como uma forma direta de ganhar dinheiro (exceto no caso de um e-commerce), mas sim em uma forma de agregar valor a sua marca, aumentando a interatividade e dando maior transparência para seu cliente. Mas tenha cuidado com o profissional que contrata, pois muito pegam templates free e revendem como se tivessem feito.

Nem toda empresa precisa ter um site, mas se você decidir que a sua precise, faça isso de forma correta.

Um website, feito por um profissional, é pensado e estudado em todas as suas formas, incluindo colunas, ambientes, cores, semântica e heurística. Tudo para ser compatível com a empresa e seu público alvo.

Rodrigo Portillo (160 Posts)

Rodrigo Portillo cria projetos que é simultaneamente funcional e esteticamente agradáveis. Em poucos anos construiu um portfólio impressionante de design digital e desenvolvimento. Ele continua a aprender sobre técnicas de SEO e gerenciamento de conteúdo, mas o seu coração está com o design. Atualmente cursa faculdade de Licenciatura em Computaç˜åo

Uma resposta para “Por que devo fazer um template personalizado para minha empresa?”

  1. Sul Livre disse:

    Perdeu seu tempo com essa sua amiga “empresária”. Se ela quer usar template, problema é dela, que se foda. Ela que use um clip-art do “Microsoft Word 97″ como “logomarca” e baixe templates gratuitos para site e papelaria. Tudo na faixa.

    Nem todos tem os mesmos objetivos.
    Os objetivos da Tata Motors Limited são diferentes dos objetivos da Rolls-Royce.

Deixe uma resposta

@portillodesign